Entre em contato

Meio Ambiente

Ativistas climáticos protestam nas margens secas do Danúbio - Reuters

Compartilhar:

Publicado

on

Usamos sua inscrição para fornecer conteúdo da maneira que você consentiu e para melhorar nosso entendimento sobre você. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

Ativistas do Greenpeace realizam um protesto para chamar a atenção para as mudanças climáticas no Danúbio na cidade de Zimnicea, no sul da Romênia, em 10 de agosto de 2022.

Ativistas do Greenpeace protestaram nas margens secas do rio Danúbio, na Romênia, em uma tentativa de chamar a atenção para as mudanças climáticas e instar o governo a reduzir as emissões.

Ativistas arrastaram caiaques para um grande trecho da costa exposta por águas baixas perto da cidade fronteiriça de Zimnicea - e ergueram faixas dizendo "Queremos ondas do Danúbio, não ondas de calor".

Altas temperaturas recordes, seca e desmatamento deixaram os rios na Romênia na metade do nível normal para agosto, mostram dados da agência de gestão de água.

"De acordo com as previsões meteorológicas, a seca será prolongada, pressionando o sistema energético do país, a segurança alimentar e o acesso à água", disse Vlad Catuna, coordenador de campanha do Greenpeace Romênia, em comunicado sobre o protesto de quarta-feira (11 de agosto). .

As autoridades estão racionando o abastecimento de água para quase 700 vilarejos e os agricultores que dependem do Danúbio para irrigação também foram atingidos.

A estatal romena de energia hidrelétrica Hidroelectrica disse no final de julho que sua produção de eletricidade caiu em um terço no primeiro semestre do ano. Os operadores portuários dizem que as barcaças que transportam grãos ucranianos para os portos romenos não podem lidar com cargas completas por causa dos baixos níveis dos rios.

Anúncios

Compartilhe este artigo:

O EU Reporter publica artigos de várias fontes externas que expressam uma ampla gama de pontos de vista. As posições tomadas nestes artigos não são necessariamente as do EU Reporter.

TENDÊNCIA