Entre em contato

Cazaquistão

O Sucesso Económico do Cazaquistão: Uma Jornada de Transformação e Crescimento

Compartilhar:

Publicado

on

O Cazaquistão, o maior país sem litoral do mundo e um interveniente fundamental na Ásia Central, realizou progressos notáveis ​​no seu desenvolvimento económico ao longo das últimas três décadas. Desde os primeiros anos de independência, após o colapso da União Soviética, até ao seu actual estatuto de mercado emergente, a história de sucesso económico do Cazaquistão é caracterizada por reformas estratégicas, esforços de diversificação e um compromisso com o crescimento sustentável. Este artigo explora os factores-chave por detrás das conquistas económicas do Cazaquistão e dos esforços contínuos para garantir a sua prosperidade futura.

Contexto Histórico e Desafios Iniciais

Após a sua independência em 1991, o Cazaquistão enfrentou desafios económicos significativos. A transição de uma economia planificada centralmente para um sistema baseado no mercado foi repleta de dificuldades, incluindo inflação, desemprego e a necessidade de estabelecer novas instituições económicas. No entanto, o país rapidamente embarcou numa série de reformas destinadas a estabilizar a economia e a estabelecer as bases para o crescimento a longo prazo.

Reformas Estratégicas e Liberalização do Mercado

Sob a liderança do seu primeiro Presidente, Nursultan Nazarbayev, o Cazaquistão implementou um programa abrangente de reformas económicas. Estas incluíram a privatização de empresas estatais, a liberalização do comércio e a introdução de um quadro jurídico propício às actividades empresariais. O governo também se concentrou na atração de investimento direto estrangeiro (IDE) para impulsionar vários setores da economia.

Um dos primeiros sucessos mais significativos foi a atracção de IDE substancial para o sector do petróleo e do gás do país. O Cazaquistão, com as suas vastas reservas de hidrocarbonetos, tornou-se um importante interveniente no mercado energético global. As parcerias com empresas petrolíferas internacionais facilitaram o desenvolvimento de campos petrolíferos importantes, como Tengiz e Kashagan, impulsionando o crescimento económico e gerando receitas significativas.

Diversificação Económica e Política Industrial

Reconhecendo os riscos associados à dependência excessiva das exportações de petróleo e gás, o Cazaquistão tem feito esforços concertados para diversificar a sua economia. O governo lançou várias iniciativas destinadas a desenvolver indústrias não extractivas e a reduzir a dependência dos recursos naturais.

Desenvolvimento dos Setores Não Petrolíferos

A política económica “Nurly Zhol” (Caminho Brilhante) do Cazaquistão, introduzida em 2014, centra-se no desenvolvimento de infra-estruturas, na industrialização e na melhoria da conectividade. Este programa levou a investimentos significativos em projectos de transporte, logística e infra-estruturas, melhorando a conectividade nacional e regional e promovendo a integração económica.

Anúncios

A “Estratégia Cazaquistão 2050” define objetivos de longo prazo para a diversificação e modernização económica. As principais áreas de foco incluem agricultura, manufatura e tecnologias digitais. Os esforços para desenvolver o sector agrícola levaram ao aumento da produtividade e das exportações, tornando o Cazaquistão um actor-chave no mercado global de cereais. Entretanto, a promoção de clusters industriais e de produção estimulou o crescimento em indústrias como a maquinaria, a química e a metalurgia.

 Transformação Digital

A iniciativa “Cazaquistão Digital”, lançada em 2017, visa impulsionar a transformação digital do país e promover uma economia baseada no conhecimento. O programa centra-se na melhoria da infraestrutura digital, na promoção da inovação e no reforço da literacia digital. Como resultado, o Cazaquistão registou um crescimento significativo no seu setor tecnológico, com o surgimento de startups e uma maior adoção de tecnologias digitais em vários setores.

Reformas do setor financeiro e clima de investimento

O Cazaquistão empreendeu reformas significativas para fortalecer o seu setor financeiro e melhorar o clima geral de investimento. A criação do Centro Financeiro Internacional de Astana (AIFC) em 2018 constituiu um marco importante neste sentido. A AIFC, com o seu próprio sistema jurídico baseado no direito consuetudinário inglês, visa atrair investidores globais e posicionar o Cazaquistão como um centro financeiro regional.

Os esforços para aumentar a transparência, simplificar os processos regulamentares e combater a corrupção contribuíram para um ambiente empresarial mais favorável. Estas reformas reforçaram a confiança dos investidores e conduziram a um aumento do IDE em vários sectores além do petróleo e do gás.

Desenvolvimento Sustentável e Economia Verde

O Cazaquistão também tem sido proativo na abordagem dos desafios ambientais e na promoção do desenvolvimento sustentável. O país estabeleceu metas ambiciosas para o desenvolvimento de energias renováveis, com o objetivo de aumentar a quota de energias renováveis ​​no seu cabaz energético. Os investimentos em projetos eólicos, solares e hidroelétricos fazem parte da estratégia do Cazaquistão para reduzir a sua pegada de carbono e fazer a transição para uma economia mais verde.

Em 2013, o Cazaquistão lançou o Conceito de Economia Verde, que descreve uma abordagem abrangente para o desenvolvimento sustentável. Esta iniciativa abrange medidas para melhorar a eficiência dos recursos, promover tecnologias limpas e reforçar a proteção ambiental. O compromisso do Cazaquistão com a sustentabilidade é ainda exemplificado pela sua participação activa em acordos e iniciativas internacionais sobre o clima.

O sucesso económico do Cazaquistão é uma prova da sua visão estratégica, reformas robustas e compromisso com a diversificação e a sustentabilidade. Desde a superação dos desafios da transição pós-soviética até se tornar um mercado dinâmico e emergente, o Cazaquistão fez progressos impressionantes no seu desenvolvimento económico. À medida que o país continua a navegar pelas complexidades da economia global, o seu foco na modernização, inovação e crescimento sustentável será crucial para garantir a prosperidade e a resiliência a longo prazo.

Compartilhe este artigo:

O EU Reporter publica artigos de várias fontes externas que expressam uma ampla gama de pontos de vista. As posições tomadas nestes artigos não são necessariamente as do EU Reporter.

TENDÊNCIA