Entre em contato

Bem estar animal

Dragões de Komodo ameaçados nascem em zoológico espanhol

Compartilhar:

Publicado

on

Cinco filhotes de dragão de Komodo nasceram em um zoológico, na Espanha. Esta é a primeira reprodução bem-sucedida desta espécie ameaçada na Espanha em uma década.

"Esta é uma grande conquista para todos nós", disse na terça-feira Milagros Roberto, chefe da seção de herpetologia do zoológico Bioparc Fuengirola, no sul da Espanha, e autodenominada "mãe dos dragões".

Uma menina de 13 anos chamada Ora era sua mãe biológica e pôs 12 ovos em agosto. Cinco dos doze ovos foram escolhidos e incubados artificialmente por sete meses.

Robledo afirmou que os filhotes são um "futuro promissor", acrescentando que é uma tarefa difícil.

Embora os filhotes sejam menores que um limão e muito mais baixos que uma caixa de sapatos, eles eventualmente crescerão até quase três metros de comprimento (10 pés). Eles também podem atingir 70 quilos (150 libras) de peso, com dentes afiados e uma mordida venenosa.

Esses predadores de ponta, que são nativos de quatro ilhas na Indonésia, foram adicionados à "Lista Vermelha" da União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN) em 2021. Isso ocorre porque apenas 1,500 espécies permanecem em habitats ameaçados pelas mudanças climáticas.

Os pais dos bebês dragões se cruzaram no último dia 24 de junho, quando os espanhóis comemoraram o Dia de São João. Juanito foi o nome dado a Juanito, em homenagem à data em que Juanito nasceu.

Juanito tem dois irmãos: Fenix, em homenagem ao ovo que sobreviveu a danos durante a incubação e Drakaris. Drakaris é uma referência A série de fantasia de George RR Martin "A Song of Ice and Fire" é um sucesso.

Anúncios

Robledo afirmou que os dragões de Komodo recém-nascidos na natureza tendem a migrar para as árvores e não requerem cuidados maternos ou paternos. Eles são mantidos em terrários separados em cativeiro para que os veterinários possam monitorar seu crescimento e possam ser reunidos ao público.

Compartilhe este artigo:

O EU Reporter publica artigos de várias fontes externas que expressam uma ampla gama de pontos de vista. As posições tomadas nestes artigos não são necessariamente as do EU Reporter.

TENDÊNCIA