Comissão inicia investigação sobre aço laminado a quente vendido da #China, #Taiwan e #Indonesia

| 14 de agosto de 2019

A Comissão deu início a um inquérito anti-dumping sobre as importações de chapas e bobinas de aço inoxidável laminadas a quente provenientes da China, da Indonésia e de Taiwan. A investigação segue uma denúncia apresentada pela European Steel Association (EUROFER), alegando que as importações desses países são feitas a preços de dumping e, portanto, causando prejuízo aos produtores europeus.

A denúncia solicita o cálculo da margem de dumping em conformidade com a nova metodologia anti-dumping da UE, ou seja, tendo em conta as distorções do mercado e os preços distorcidos das matérias-primas na China e na Indonésia. A Comissão dispõe agora de oito meses para recolher provas e decidir sobre a imposição de medidas provisórias. Esta nova investigação de defesa comercial faz parte de uma ação mais ampla da Comissão, que visa proteger os produtores da UE da concorrência desleal de produtos objeto de dumping e de subsídios. Até agora, a Comissão implementou medidas de defesa comercial nos produtos siderúrgicos da 52 e está a investigar outras sete.

Mais informação está disponível no Jornal Oficial da UE.

Comentários

Comentários no Facebook

Tags: , , , , , , , ,

Categoria: Uma página inicial, China, EU, Indústria de aço, Taiwan

Comentários estão fechados.