Entre em contato

Bem estar animal

Vote pelos Animais: colocar o bem-estar dos animais no centro das eleições na UE

Compartilhar:

Publicado

on

A campanha Vote for Animals, lançada pelo Eurogrupo para os Animais, visa colocar o bem-estar dos animais no centro das próximas eleições na UE. A campanha incentiva os candidatos a eurodeputados a assumirem um compromisso pelos animais, ao mesmo tempo que informa os cidadãos sobre a importância destas eleições para o progresso no bem-estar dos animais na Europa, ajudando-os a escolher candidatos que partilhem os seus valores e incentivando-os a votar. 

Os candidatos a deputados europeus são incentivados a assinar um penhor declarando um compromisso claro de trabalhar para melhorar o bem-estar dos animais caso sejam eleitos para o Parlamento Europeu (PE). O compromisso, composto por dez pedidos, aborda o transporte de animais vivos, a importação de produtos de origem animal, o bem-estar das espécies aquáticas, a ciência não animal e a conservação de animais selvagens, entre outros.

Ao assumirem o compromisso, os candidatos comprometem-se a representar as exigências dos cidadãos da UE por uma melhor legislação em matéria de bem-estar animal. Os cidadãos europeus têm defendido veementemente que a UE faça melhor pelos animais. Seis das dez iniciativas de cidadania europeia bem-sucedidas estão relacionadas com o bem-estar dos animais, das quais 1.5 milhões de cidadãos solicitaram uma Europa livre de peles, e 1.4 milhão pediram uma transição para sistemas sem gaiolas. A última Eurobarómetro mostrou que mais de nove em cada dez europeus acreditam que é importante proteger o bem-estar dos animais de criação, enquanto uma esmagadora maioria expressou a importância de uma melhor proteção dos animais detidos durante toda a sua vida.

Os eurodeputados eleitos têm competência para fazer avançar as questões do bem-estar animal, trabalhando para garantir que continuam a ser uma prioridade na agenda da UE, sendo expressivos em questões que precisam de ser abordadas e votando no interesse dos animais. Durante a actual legislatura, um número significativo de deputados ao Parlamento Europeu trouxeram à luz questões críticas, incluindo o atraso na publicação da legislação sobre o bem-estar dos animais, a natureza horrível do transporte de animais vivos e da criação de peles.

Os representantes eleitos também têm a oportunidade de se juntar ao Intergrupo sobre o Bem-Estar e Conservação de Animais, que proporciona uma plataforma interpartidária para os eurodeputados discutirem e trocarem pontos de vista sobre questões de bem-estar animal e para iniciarem e promoverem iniciativas relacionadas no PE. 

Vote em Animais A página da campanha está traduzida em todas as línguas oficiais da UE e os cidadãos são incentivados a enviar uma mensagem aos seus representantes, solicitando-lhes que assinem o compromisso. 

"Os eurodeputados podem servir como catalisadores para pressionar por uma melhor legislação em matéria de bem-estar animal. O compromisso Vote for Animals é o nosso compromisso de fazer tudo o que estiver ao nosso alcance para garantir que a Comissão Europeia apresente legislação ambiciosa sobre questões críticas que necessitam de muita atenção. Se o público me confiar, prometo continuar a colocar estas questões no centro do meu trabalho, representando as exigências dos cidadãos para fazerem mais neste aspecto. Encorajo outros candidatos a deputado ao Parlamento Europeu a assumirem o compromisso", comentou Niels Fuglsang, eurodeputado (S&D, DK).

Anúncios

"Com tantos cidadãos da UE a pedirem mais ações em matéria de bem-estar dos animais, o Parlamento Europeu deve ser representativo destes interesses, para impulsionar o progresso tão necessário. Esta campanha oferece aos cidadãos e aos eurodeputados a oportunidade de moldar uma instituição que mantém os animais no centro do seu trabalho”, Comentou Reineke Hameleers, CEO, Eurogrupo para Animais.
Vote na página do candidato de animais
Vote na página dos cidadãos dos animais

Compartilhe este artigo:

O EU Reporter publica artigos de várias fontes externas que expressam uma ampla gama de pontos de vista. As posições tomadas nestes artigos não são necessariamente as do EU Reporter.

TENDÊNCIA